19 a 21 de março - 10h às 19h | 22 de março - 10h às 17h

Inovações Tecnológicas para o Mercado de Luxo


Assistentes de voz, lâmpadas inteligentes e vários outros dispositivos tecnológicos podem ajudar a automatizar a casa. Além da praticidade, essas ferramentas também ajudam na economia.


Ao contrário do que a maioria pensa, é possível automatizar os ambientes mesmo com eles já prontos e evitar qualquer quebra-quebra. (Shutterstock)

Se antes as luzes controladas por comando de voz eram um luxo da família Jetsons, hoje o futuro chegou e a automação residencial é uma realidade cada vez mais comum nos imóveis. Isto é, a tecnologia está presente em quase todos os lugares e pode ser utilizada para aumentar a praticidade e o conforto em ambientes da casa, assim como ajudar a reduzir alguns custos no final do mês.

Por exemplo, imagine que ao sair para uma viagem você acabou esquecendo de desligar as luzes da cozinha. No pior dos cenários, o prejuízo viria na conta de energia. Mas por meio de serviços de iluminação inteligente, o usuário consegue controlar os dispositivos a distância e mantê-los ligados pelo tempo que desejar.

“Você acaba tendo a casa inteira no smartphone e com a automação esse controle fica na palma da mão. Faz parte da modernidade”, comenta a arquiteta do escritório Dantas & Passos Arquitetura Paula Passos.

Segundo a especialista, o mercado de automação tem mudado ao longo dos anos e tornado esses dispositivos cada vez mais acessíveis. Isso porque a praticidade e a economia oferecida tem popularizado e aumentado a demanda pelos serviços.

Entretanto, apesar da força dessas tendências, “poucas pessoas sabem dos benefícios que a automação pode trazer e a maioria ainda acredita que é tudo muito caro”, afirma o gestor do projeto Conectar, José Roberto Muratori.

“É possível começar com uma demanda mais básica com a ideia de melhorar apenas alguns serviços. Hoje, temos produtos de entrada em preços mais em conta. Com o tempo e, de acordo com a sua necessidade, você pode ir aumentando a automação da casa e adquirindo novos produtos”, recomenda.

Afinal, ao contrário do que a maioria pensa, é possível automatizar os ambientes mesmo com eles já prontos e evitar qualquer quebra-quebra, de acordo com a arquiteta e conselheira do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo (CAU-ES) Maria Alice Rampinelli.

“Minha dica é sempre procurar uma boa empresa, que será parceira nesse projeto, e explorar as opções do sistema. Tente sempre testar nos showrooms e estudar a interação com a automação. Sem seguir qualquer tendência, o importante é fazer por acreditar nos benefícios”, pontua.

Os benefícios, a propósito, são inúmeros e por isso decidimos listar algumas das vantagens indicadas, quando o assunto é automação, pelos especialistas consultados. Confira:



1. Sensores de presença:

Com a instalação de sensores, as lâmpadas internas ou externas da casa só serão ativadas na presença de alguma pessoa no ambiente, o que pode ajudar na economia e evita que elas fiquem acesas sem necessidade.

2. Iluminação inteligente:

Com a instalação de sensores, as lâmpadas internas ou externas da casa só serão ativadas na presença de alguma pessoa no ambiente, o que pode ajudar na economia e evita que elas fiquem acesas sem necessidade.

3. Controle de gastos:

Ainda pensando na economia, alguns sistemas de automação promovem análises de consumo dos serviços instalados. Dessa forma, é possível realizar acertos na rotina da casa e poupar nas contas no final do mês.

4. Segurança:

Sensores de aproximação, câmeras, alarmes, enfim, por meio da automação é possível garantir a segurança dos cômodos, principalmente, em casas com idosos e crianças.



5. Na palma da mão:

Praticidade sempre chama atenção. Todos esses serviços podem ser acessados na palma da mão e a distância por meio de smartphones, o que torna as ferramentas ainda mais práticas.




Fonte: https://www.agazeta.com.br/hub-imobi/decoracao/conheca-cinco-beneficios-de-ter-uma-casa-automatizada-0123?utm_medium=share-site&utm_source=whatsapp

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Mais notícias