19 a 21 de março - 10h às 19h | 22 de março - 10h às 17h

FASA

Fundada em 1990, a FASA Fibra Ótica é a mais tradicional empresa de iluminação especializada nesta tecnologia no Brasil. Oferecemos a segurança e o know-how necessários para gerar diferenciais no ato de iluminar, não apenas com produtos de alta qualidade, mas também com todo o suporte aos projetos em que participamos. As soluções da FASA são criativas, inovadoras e até customizadas. Compreendemos que cada necessidade é única, e buscamos sempre proporcionar resultados inigualáveis.

ESTANDE: I12

Pisos estrelados iluminados, feitos sob medida para cada projeto, seja para usos residenciais seja para projetos paisagísticos e urbanísticos. A empresa presta todo o suporte fornecendo não apenas os componentes, mas também instalação e orientações de infraestrutura. Imagem: Orla do Guaíba (Porto Alegre), Luminotécnico: Luz Urbana, Arquitetônico: Jaime Lerner Arquitetos Associados.

Kits Light Flowers são flores de luz iluminadas pela tecnologia da fibra ótica, oferecendo embelezamento nas aplicações paisagísticas. Estão oferecidos em medidas padrão ou podem ser customizados para atender a necessidade de cada projeto. Imagem: Hotel Cuyaba Gold (MT), mostra de arquitetura. Projeto Arquitetônico: Eduardo Garcia e Vanessa Koeller. Projeto Luminotécnico: Eduardo Garcia, Vanessa Koeller e Dimel Iluminação. Fornecimento: Dimel Iluminação. Foto: Gilberto Galdino.

Iluminação subaquática com fibras óticas, permitindo diversos tipos de efeitos, tais como iluminação pontual com spots, estrelados, entre outros, sem condução de energia elétrica para a água e com eliminação da manutenção dentro do tanque estrutural da piscina. Imagem: Projeto Residencial (Cuiabá). Arquitetura: Enize de Carvalho. Luminotécnico: Simone Grings / Conceito & Luz. Foto: Mariana Arruda.

Aplicação de sistema de fibras óticas em vitrines de joalherias, com efeito minimalista e sem condução de raios UV e infravermelho, alta reprodução de cores e excelente intensidade luminosa. Imagem: Joalheria Julio Okubo (São Paulo). Arquitetura: Maurício Carrieri. Foto: Roberto Afetian